Vitorino Silva, mais conhecido por “Tino de Rans”, partilhou a sua história de candidato independente

No âmbito das Jornadas da Comunicação foi realizado um debate sobre a temática de Marketing Político. Os convidados foram Vitorino Silva, candidato às últimas eleições da Presidência da República Portuguesa, e que foi apelidado pelos jornalistas de “Tino de Rans” e a responsável pela sua campanha política Maria do Céu Rocha.

O percurso profissional de Vitorino Silva iniciou-se com a licenciatura em comunicação e um forte interesse desde muito cedo por questões políticas.

O seu caso é inovador no sentido em que teve a coragem e desenvolveu esforços para realizar a sua campanha política sem apoios partidários. Começou o seu percurso nesta campanha para a presidência como candidato independente, o que implicou a recolha de 818 assinaturas para iniciar a sua candidatura. Recolheu-as na Praia da Rocha durante o Verão, dado que é o local mais frequentado por portugueses durante as férias. Toda a sua família esteve integrada e disposta a ajudar neste processo que lhe deu um elevado reconhecimento de todos os portugueses.

O foco da sua campanha política foi a preocupação pelas pessoas, nomeadamente os sem abrigo e os emigrantes para destacar os direitos e os deveres a exercer na sua vida.

 Vitorino Silva sentiu-se discriminado pelos órgãos de Comunicação Social, dado que deram maior destaque noticioso aos outros candidatos. O ex-candidato concluiu que os 152 mil votos que angariou foi uma grande vitória e que se deveu à sua postura popular.

Patrícia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s